Boas Vindas

Olá seja bem vindo ao Blog da Pastoral da Comunicação. Aqui você irá encontrar muitas noticias do que está acontecendo na Arquidiocese Sant' Ana de Botucatu. Tenha uma boa navegação. E visite também o site da Arquidiocese de Sant'Ana de Botucatu: www.arquidiocesedebotucatu.com.br


quinta-feira, 26 de maio de 2011

Encontro da Pascom em Botucatu

No dia 21 de maio de 2011 no Salão de Festas da Paróquia São Pio X em Botucatu foi realizado o Encontro de Formação da Pascom Arquidioceseana. 

Pe. Rogério Zenateli, coordenador da PASCOM Arquidiocesana, iniciou o encontro lembrando os membros a viverem o 45o. Dia Mundial das Comunicações Socais a se comemorar no dia 05 de junho cujo tema é "Verdade, Anúncio e Autenticidade de vida, na era digital", mensagem do Papa Bento XVI para esse dia.

Depois sobre a importancia da Pascom na vida comunitária e Pastoral em cada paróquia. Depois a importancia dessa pastoral na Arquidiocese. A comunhão de todas paróquias e uso da mesma linguagem para expressar o que cada uma delas realiza em prol do anúncio do Evangelho e melhorias em suas comunidades como divulgação das promoções e festas de padroeiros e outras comemorações importantes da comunidade. 

Os veiculos para essa importante comunhão de informação atualmente são o Site da Arquidiocese e o Blog do Monitor. Futuramente voltaremos com a impressão do Jornal Monitor Arquidiocesano, projeto antigo da Arquidiocese e que deve ser incentivado por todos, principalmente para aqueles que não tem acesso à internet. 

Para que tudo se torne uma realidade eficaz é preciso criar uma estrutura de comunhão entre os membros responsáveis de cada paróquia com o incentivo dos párocos e comunidade a fim de implantar a PASCOM nas paróquias e nas que já existem, o incentivo e apoio para a produção de materiais a serem divulgados nesses veiculos acima descrito em nivel Arquidiocesano. A fim de que possamos alimenta-los com as informações das paróquias, pastorais e movimentos.

O encontro do dia 21 ficou marcado com a escolha dos coordenadores regionais, que infelizmente não pode ser completa pela falta de representatividade das Regiões de Avaré e Laranjal Paulista.

Contamos com as presenças das Paróquias São Pio X (Botucatu); Santa Teresinha (Botucatu); Sagrado Coração de Jesus (Botucatu); Santíssimo Sacramento (Botucatu); Nossa Senhora Menina (Botucatu); São Manuel (São Manuel); Nossa Senhora Consolata (São Manuel0 e Santuário Nossa Senhora Aparecida (Distrito de Aparecida de São Manuel).

Para a Região Pastoral de Botucatu a eleita foi Livia da Catedral Metropolitana, e para a Região de Lençóis Paulista a Dalva (paróquia Nossa Senhora Consolata).

Neste encontro ficou decidido que os próximos encontros serão realizados na forma de estudos de documentos da Igreja sobre a Comunicação. Para melhorar as equipes paroquiais, cujos membros, sentem dificuldade em trabalhar devido a escassez de formação.

A data do próximo encontro será o dia 25 de junho às 14h com o tema do decreto Inter Mirifica do Vaticano II. Está em discussão o local (assim que definir divulgaremos em nosso site e neste blog).
Agradecemos a presença dos representantes das paróquias, ao Cônego Marcos Paulo por nos conceder a sua paróquia para o encontro, às voluntárias da Paróquia São Pio X que serviu com amor e gratuidade o lanche para os participantes. Deus abençoe a todos é o desejo do Pe. Rogério nosso coordenador.

Padre Isac do Valle estará em Avaré para encontro de Cura e Libertação paras as Famílias


No dia 05 de junho Avaré será sede de um importante encontro. Um encontro que visa marcar a vida das famílias de nossa sociedade. Por isso transmitimos a mensagem do coordenador da Renovação Carismática Católica de Avaré, o nosso irmão em Cristo, José Luiz, para esse importante encontro de casais.

"porque todo o que nasceu de Deus vence o mundo. E esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé."
1João 5,4

Muitos casais já a tanto tempo  perderam a esperança de que as coisas jamais melhorem. Eles se resignam a continuar brigando entre si e com os filhos que andam por caminhos tortuosos e ainda muitos terminam o casamento pelo divórcio.

Os casais precisam crer que, pelo poder do amor de Deus, eles PODEM resolver seus problemas de casamento se ambas as partes quiserem realmente mudar  a sua história.

Filipenses 4:13 — Tudo posso naquele que me fortalece. Se confiarmos em nós mesmos, podemos falhar. Mas precisamos acreditar que Jesus nos proverá a força de que precisamos para agradar a Deus.

A fé nos convencerá que conflito sério no casamento não é vontade de Deus para nós. Deus criou o casamento para o bem do homem e da mulher. Ele nunca pretendeu que o casamento fosse uma fonte de ódio e de amargos ressentimentos.
Neste dia do encontro de Cura e Libertação para familias ,nós estaremos trabalhando neste sentido, de que Deus venha restaurar a sua familia por completa, para que voce possa dizer com toda a certeza:

Porque, quanto a mim, eu e minha casa serviremos o Senhor." (Josué 24,14-15). É necessário que cada um de nós diga o mesmo que Josué. Este é o desafio que vem do Senhor para nós!

Esperamos você e sua familia.

José Luiz Coordenador da RCC de Avaré

O evento acontecerá no Lar São Vicente de Paulo situado na rua Mato Grosso, 1190  - Avaré no dia 05 de junho das 08h às 17h com a Celebração Eucarística. O prazo das inscrições é até o dia 02 de junho nas secretarias paroquiais e ou nos grupos de orações. A taxa de inscrição é de R$ 15,00 e contará com a presença do Pe. Isac do Valle, de Porto Feliz-SP. O evento tem vagas limitadas por isso, não perca tempo, faça ainda hoje a sua inscrição. Maiores informações contatos no Cartaz que reproduzimos na nossa página.


segunda-feira, 23 de maio de 2011

Encerramento dos Encontros em Louvor a Maria no setor São Judas Tadeu

Conheça a história da Abadia de Itatinga

Dom Luis Alberto, OCister conta para nós a história da Abadia Nossa Senhora da Assunção de Hardehausen em Itatinga.

História da Abadia
I. A Abadia de Hardehausen
A Abadia de hardehausen em 1803
        A história da Abadia de Hardehausen começa no dia 28 de maio de 1140, quando uma colônia de treze monges, como era o costume dos cistercienses, chefiada por seu abade Daniel, funda um novo mosteiro em terras doadas pelo bispo Bernardo de Paderborn, cidade importante  da Vestfália. Este bispo piedoso desejava ter, em sua diocese, uma abadia cisterciense e, por isso, pediu à Abadia de Kamp, situada na região de Colônia e primeiro mosteiro da Ordem fundado na Alemanha (1123), pertencente à filiação de Morimond, a quarta filha de Cister, que enviasse monges para a fundação.  O lugar escolhido chamava-se Herswitehusen, nome que depois evolui para Hardehausen e significava, segundo a explicação dos estudiosos, colônia da floresta vermelha ou da floresta do cavalo. Posteriormente, o bispo Bernardo dotou a Abadia de outros bens para assegurar sua manutenção. A fundação teve um rápido florescimento. Em 1165, a igreja abacial foi consagrada e dedicada a Sancta Maria Virgo Gloriosa. Era uma majestosa e ampla basílica românica de 58 metros de cumprimento por doze de largura, certamente um dos templos mais significativos deste estilo em sua região. As demais partes do convento foram concluídas até o final do século XIII. A Abadia de Hardehausen experimentou, desde então, um rápido crescimento tanto no seu efetivo humano quanto na extensão de seu patrimônio fundiário. Fundou logo três outras abadias, Marienfeld, na diocese de Münster, em 1185, Bredelar, na fronteira entre as dioceses de Colônia e Paderborn, em 1196  e Scharnebeck, na diocese de Verden/Aller, em 1243. Mais tarde, também, o priorado de Wahlhausen, na diocese de Mainz, esteve subordinado a Hardehausen. Em meados do século XIV, por dificuldades econômicas, o número de monges foi limitado a quarenta e o de irmãos conversos a trezentos, o que deixa supor que a comunidade monástica tenha tido um efetivo ainda maior nos períodos antecedentes. No plano patrimonial, Hardehausen tornou-se uma casa poderosa e um importante ponto de referência em toda região, com grandes extensões de terra e economia baseada na criação de porcos e carneiros. Com isso, recebeu a proteção do imperador, tornando-se um mosteiro imperial independente.  Seus abades eram verdadeiros e importantes senhores feudais, com direito de baixa justiça sobre diversas localidades que estavam sob seu domínio. Ainda que este tipo de desenvolvimento não estivesse de acordo com a primitiva legislação cisterciense, foi comum nos mosteiros da Ordem após o século XII. Todavia, como casa rica e poderosa, Hardehausen foi alvo, mais de uma vez, de pilhagens por parte de bandos armados durante a Idade Média. A partir do século XIV, inicia-se um longo e contínuo período de declínio, com a decadência material e da disciplina, alternada com períodos de florescimento e estabilidade. O século XIV conheceu uma grande catástrofe, a Peste Negra, que dizimou a população européia. Foi, também, uma época muito conturbada para a Igreja, com cismas divisões e o papado transferido para o sul da França. Evidentemente, a vida e a observância monásticas também foram afetadas por tais perturbações e, também aqui, Hardehausen não foi uma exceção. Da mesma forma, seu patrimônio ficou seriamente comprometido e a abadia começou a contrair dívidas. O período mais difícil de Hardehausen, na sua primeira fase, talvez tenha sido o da Reforma Protestante e das guerras de religião que a seguiram. Durante a Guerra dos Trinta Anos, que causou enormes danos na Alemanha, o mosteiro quase pereceu e os danos materiais foram  imensos. A comunidade, expulsa pelas tropas suecas, teve que vagar por um tempo fora de seu convento, refugiando-se em outras localidades. Quando puderam voltar, encontraram seu mosteiro devastado pela pilhagem e em ruínas. No fim das hostilidades, a comunidade estava reduzida a seis monges e dois noviços.  Contudo, os trabalhos de reconstrução logo começaram e tiveram seu coroamento sob o governo do abade Estêvão  Overgaer, homem de verdadeiro espírito religioso , que foi abade de 1675 a 1713, quando faleceu com 86 anos. Em seu abaciado, o mosteiro foi inteiramente renovado (e a igreja “barroquizada”) e a observância monástica recolocada num plano superior. A abadia sobreviveu, ainda, algumas décadas, até que foi supressa no dia 8 de fevereiro de 1803 pelo governo da Prússia, em cujo território encontrava-se então. A comunidade contava com cerca de vinte membros nesta oportunidade. Em seguida à secularização, o prédio do convento foi vendido, seus bens inventariados e expropriados. A grande basílica  românica, já barroquizada,  foi demolida, existindo, ainda  hoje, em outras igrejas da região, altares e outras peças de talha que a decoravam. Embora haja dúvidas a respeito, de acordo com as informações disponíveis, na primeira fase de sua existência, Hardehausen foi governada por cinqüenta e seis abades.
Vista atual da Abadia de Hardehausen
 Mais de um século depois, todavia, a Abadia de Hardehausen renasceu por iniciativa da Abadia de Mariensttat, que para lá enviou uma colônia de monges, no dia 28 de maio de 1927, chefiados pelo prior Afonso Heun. Este, com a rápida consolidação da casa, tornou-se seu qüinquagésimo sétimo abade em 1933. A comunidade assumiu, então, o trabalho de formação e educação de jovens, em particular daqueles com dificuldades de aprendizagem nas escolas comuns e desenvolveu este serviço até que esta atividade, em razão das normas e regulamentos  sufocantes e do estrito controle do regime nazista, não mais foi possível. Com dificuldades financeiras, sem meios para manter a comunidade e sofrendo pressão do governo, os monges foram obrigados a vender seu convento e deixar sua querida abadia no dia 1 de outubro de 1938. O bispo de Paderborn providenciou um refúgio para a comunidade na paróquia de Santa Agnes em Magdeburg, onde alguns de seus sacerdotes puderam exercer o ministério pastoral. Neste ínterim, D. Afonso Heun começou a procurar um lugar para reiniciar a vida regular da comunidade e buscou o estrangeiro, já que as condições então vigentes na Alemanha tornavam isso impossível. Veio, assim, para o Brasil em 1939, acompanhado de dois irmãos conversos e radicou-se, primeiro, em S. José do Rio Pardo, onde chegou a fazer uma fundação canônica, que, todavia, não foi adiante em razão de dificuldades que ali encontrou. Mais tarde, os monges italianos da Congregação de São Bernardo assumiram essa fundação, que deu origem à atual abadia cisterciense de N. Sra. de São Bernardo. Radicou-se, então, D. Afonso em Mairinque, no Estado de São Paulo, até que conseguiu realizar a desejada fundação em Itatinga, no mesmo estado, dando origem à Abadia de Nossa Senhora da Assunção de Hardehausen-Itatinga, o que permitiu o renascimento e a continuação da antiqüíssima Abadia de Hardehausen no Brasil, através da transferência canônica de todos os seus direitos e privilégios à nova casa fundada.

II. A ABADIA DE NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO DE HARDEHAUSEN-ITATINGA


D. Afonso Heun, com D. Henrique e os monges que vieram para a fundação
     A fundação da nova Abadia em Itatinga foi obra de um acaso providencial. Encontrando-se D. Atanásio Merkle, abade do mosteiro cisterciense de Itaporanga, com o novo bispo de Botucatu, D. Henrique Golland Trindade, por ocasião de uma viagem, narrou-lhe o desejo de D. Afonso de encontrar um novo lar para sua comunidade dispersa. Imediatamente, D. Henrique interessou-se pelo projeto e prontificou-se a ajudar, prestando todo auxílio possível e oferecendo a paróquia de Itatinga como ponto de apoio para a fundação cisterciense em sua diocese. Aceitando a generosa oferta, D. Afonso, então radicado em Mairinque, Estado de São Paulo, adquiriu uma pequena propriedade rural próxima à cidade de Itatinga, com recursos fornecidos pelo Sr. Antonio Assumpção, o grande benfeitor do início da fundação, que foi aumentada com uma significativa doação de terras do Sr. Pedro di Piero e de mais dez alqueires ofertados pela prefeitura.  Graças a esses e muitos outros donativos, foi possível criar as condições materiais para a fundação, apoiada generosa e maciçamente pela população católica de Itatinga, tendo à frente o então prefeito André Franzollin e o Sr. José di Piero, sem excluir os mais pobres, e, ainda, por numerosos benfeitores, sobretudo da cidade de São Paulo. A todos esses amigos dos primórdios, muitos com os nomes registrados em nossa crônica e outros anônimos, a Abadia  sente-se devedora de um tributo de gratidão, deles sempre se recordando em suas orações e celebrações litúrgicas.
Vista da fachada da Abadia em Itatinga
A fundação em Itatinga, ocorreu no dia 28 de maio de 1951, significativamente a mesma data da fundação na Alemanha em 1140 e da restauração em 1927. A solene procissão, que reuniu o convento, isto é, apenas um grupo remanescente da antiga comunidade de Hardehausen, e os paroquianos, saiu da praça da matriz, tendo à frente a cruz de madeira a ser fincada no local da fundação, onde foi celebrada a santa missa. Mais tarde, no dia 16 de agosto do mesmo ano, foi lançada a pedra fundamental, com a presença do Sr. Governador, Lucas Nogueira Garcez, que se considerava o padrinho da fundação. Em 1955 foi possível inaugurar o prédio do Mosteiro, simples e de proporções reduzidas, se comparado a outros mosteiros mais antigos, mas extremamente harmonioso, sólido e de singela beleza, com todos as condições para a vida regular. Durante os anos da construção a comunidade habitou a casa da chácara adquirida da família Linheira, atualmente hospedaria e denominada Casa São Liborio.
Claustro da abadia
Em 1956, D. Afonso ofereceu sua renúncia e foi escolhido para sucedê-lo D. Roberto Fluck, então prior do Mosteiro de Itaporanga. Durante seu governo, que se estendeu até 1976,  a comunidade perdeu todos os seus membros dos tempos da fundação, seja por falecimento seja porque alguns retornaram à Alemanha. Não tendo sido numerosas as vocações brasileiras, quando D. Roberto renunciou a seu cargo, não foi possível realizar uma nova eleição abacial. Desde então, o Capítulo da Congregação Brasileira dos Cistercienses, fundada em 1961 pela união das abadias de Itaporanga, Itatinga e Jequitibá (Bahia), tem confiado a administração superior da casa aos abades do Mosteiros de Itaporanga, nomeando, primeiro, D. Estêvão Stork, que foi sucedido, em 2007, por D. Luis Alberto Ruas Santos. Atualmente, o governo local está a cargo do Pe. Prior Sigardo Martins.

   Celebrando os sessenta anos da sua fundação, nós, monges da Abadia de Itatinga, voltamo-nos com gratidão para Deus, que nos concedeu este lugar abençoado para vivermos nossa vocação monástica e, também, para N. Sra. da Assunção, vendo nela nossa materna intercessora e protetora constante. Como pequena comunidade – somos, hoje, na casa, seis monges de profissão solene, com três candidatos – mantemos o ritmo da observância cisterciense, com a celebração diária da Eucaristia e da Liturgia das Horas,segundo o rito monástico, a prática da oração pessoal e da lectio divina, num clima de silêncio e recolhimento, com trabalhos de todos os tipos, incluindo aqueles manuais, tão caros à nossa tradição (jardinagem, cozinha, manutenção da casa, pequena carpintaria, confecção de doces etc.) e outros de natureza mais intelectual (administração, biblioteca, traduções, produção de textos de espiritualidade, música etc.). Muito importante, para nós, dentro da tradição beneditina, é o acolhimento dos que nos procuram, seja para a participação em nossa vida litúrgica, seja para confissão e direção espiritual, seja, enfim, para retiros em nossa hospedaria.
   Manifestando nossa alegria e nossa ação de graças, estamos realizando um pequeno programa de comemorações. Dia 26 de maio, celebraremos, com a presença de nosso bispo, D. Maurício, os dez anos de dedicação da igreja abacial, com solene missa às 19 horas. A seguir, dia 27, às  7 horas, vamos nos recordar de todos os monges falecidos de nossa Abadia. Dia 28, dia de nossa fundação, às 18 horas, teremos a solene missa de ação de graças, para a qual convidamos o clero e os religiosos da diocese. Enfim, domingo, dia 29, às 9 horas, como expressão de nossa gratidão, que atinge todos os que, ao longo de nossa longa história, no Brasil e na Alemanha, apoiaram nossa Abadia, queremos oferecer o santo sacrifício da missa, numa grande celebração campal, na intenção de todos os nossos benfeitores vivos e falecidos.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Reunião da Pascom na Paróquia São Pio X

O Coordenador da Pascom da Arquidiocese, Pe. Rogério Zenateli, estará realizando neste sabado a partir das 14h na Paróquia São Pio X a reunião da Pastoral da Comunicação Arquidiocesana. Todas as Paróquias devem enviar seus coordenadores e vices de Pastoral da Comunicação e ou representantes a fim de organizar essa pastoral em nossa arquidiocese.

Contamos com a colaboração de todos para desenvolver melhor a comunicação do Evangelho em nossa Arquidiocese e integração entre nossas paróquias.

Será de grande importância para a ativação de nosso site e blog com notícias das atividades de nossas paróquias. Participem.

O Ponto de encontro para quem não sabe onde é a Paróquia São Pio X será na Catedral. 

Escola Baida em São Manuel e Santuário Nossa Senhora Aparecida promoveram encontro

A Escola Baida do Distrito de Aparecida de São Manuel em conjunto com o Santuário Nossa Senhora Aparecida realizaram no dia 11 de maio a Primeira Noite dos Pais.

Esse encontro visa a parceira da Igreja Católica com essa instituição de ensino no intuito de serem auxiliados pelos pais de alunos e catequizandos a melhor contribuir na educação e crescimento humano, afetivo, espiritual e social de nossas crianças, adolescentes e jovens dessa comunidade que vem sofrendo constantemente com o crescente número de violência e exploração sexual e tráfico de drogas.

O encontro foi direcionado para a conscientização sobre os maleficios que as Drogas causam na vida humana e principalmente nos adolescentes e jovens que já cedo acabam perdendo a sua dignidade humana na escravidão dos vícios e dos traficantes.

Contou com o auxilio da soldado Silvana Morelli do Proerd de São Manuel que, conduziu o momento de esclarecimentos dos danos que não só as drogas ilícitas (maconha, cocaina, crack, etc) causam na vida humana e na sociedade assim como também, as drogas licitas (álcool, cigarro, etc). Com imagens chocantes de adolescentes e jovens vítimas do trafico e do vício.

O Encontro foi encerrado com uma apresentação teatral com alunos e catequizandos da comunidade com a direção da professora aposentada Maria do Carmo (Dona Carminha) de São Manuel como homenagem às mães e de conscientização contra as drogas.




Soldado Silvana Morelli

Segunda Cristo Dance em Lençóis Paulista - Jovens Não Percam!

Faça Bonito 2011 - Contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

No Dia Nacional de luta contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, em São Manuel, para marcar esse dia realizou o "Faça Bonito" com uma passeata que envolveu escolas, entidades que cuidam de crianças e adolescentes com maus tratos e vitimas de abusos, projetos sociais com adolescentes e jovens, na Praça do Jardim Público. 

Participaram desse evento o prefeito municipal Tharcisio Baroni Junior com a esposa, o presidente da Câmara dos Vereadores de São Manuel, vereador Cicarelli junto com a sua esposa e o vereador João Paulo; Cônego Emerson Rogério Anizi (Catedral de Botucatu) que nos explicou a origem desse dia de combate, Pe. Rogério Zenateli (Santuário de Aparecida de São Manuel e Senhor Bom Jesus e Sta. Marcelina de Pratânia) e a delegada da Delegacia da Mulher em São Manuel Dra. Michele. 

A Passeata foi motivada pela direção da Casa Santa Maria de São Manuel que abriga crianças e adolescentes que sofreram esse tipo de violência em domicilio e ou maus tratos. 

Essa é uma luta importante e que não pode ser esquecida e movimentações como esta devem ser realizadas sempre e de forma a conscientizar a população sobre os danos que esse tipo de crime vem ocasionando nas vitimas e na sociedade. 

Façamos bonito, sejamos contra os abusos de nossa sociedade que denigrem a vida humana desde a mais tenra idade até a sua consumação.

Parabéns aos idealizadores. Confiram alguns flashes desse encontro (para ampliar é só cilcar na imagem)










Côn. Emerson Rogério Anizi





Vereador Cicarelli com esposa e Primeira Dama


Prefeito Baroni


Vereador João Paulo




Leila (Casa Santa Maria)



terça-feira, 17 de maio de 2011

Mosteiro de Itatinga comemora 60 anos


Clique na imagem para ampliar
Convite para o sexagésimo aniversário de fundação da Abadia de N. Sra. da Assunção de Hardehausen-Itatinga

Missa solene de ação de graças na igreja abacial às 18 horas do dia 28 de maio de 2011

Após a missa, recepção na portaria da Abadia

Pede-se confirmação da presença até o dia 23 de maio de 2011, pelo telefone 14 38481102 ou pelo e-mail albrus@uol.com.br

Paróquia Sagrado Coração de Jesus em Botucatu promove Mil Ave Marias


PARÓQUIA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS – BOTUCATU/SP
Grupo de Oração Sagrada Família

DEVOÇÃO ÀS MIL AVE MARIAS

DATA:   21 DE MAIO DE 2011  -  SÁBADO
               INÍCIO ÀS 07H30
               TÉRMINO PROVAVEL ÀS 14H20

INTENÇÕES:
As Mil Ave Marias serão rezadas nas intenções:
Papa Bento XVI,
Dom Maurício – nosso Arcebispo,
Padre Zézinho – nosso Pároco,
Dos Diáconos Permanentes, Seminaristas, e Setores Pastorais da nossa paróquia.
Também cada participante poderá colocar a sua intenção particular.

DOS MISTÉRIOS:
A cada mistério reza-se 1 Pai Nosso e  50 Ave Marias
01.  Anunciação do arcanjo São Gabriel a Nossa Senhora
             07h30
02.  A visitação de Nossa Senhora a sua prima Isabel
             07h50
03.  O nascimento do Menino Jesus em Belém
             08h10
04.  A apresentação do Menino Jesus no templo e a purificação de Nossa Senhora
             08h30
05.  A perda e o encontro do Menino Jesus no templo
             08h50
06.  O Batismo de Jesus, que ao ser Batizado no Rio Jordão, o céu se abre, e o Pai o proclama Filho Bem Amado
             09h10
07.  O primeiro milagre de Jesus em Caná, transformando a água em vinho
             09h30
08.  Jesus pregando seus ensinamentos anunciando o reino de Deus
             09h50
09.  A transfiguração de Nosso Senhor Jesus Cristo.
             10h10
10.  Jesus instituí a Eucaristia.
             10h30
11.  Agonia de Jesus Cristo Nosso Senhor, quando suou sangue no horto das   oliveiras
             10h50
12.  A flagelação de Jesus Cristo atado à coluna
             11h10
13.  A coroação de espinhos de Nosso Senhor Jesus Cristo
             11h30
14.  Jesus Cristo carregando a cruz para o calvário
             11h50
15.  A crucificação e morte de Nosso Senhor Jesus Cristo
             12h10
16.  A ressurreição de Jesus Cristo, Nosso Senhor
             12h30
17.  A ascensão de Nosso Senhor Jesus Cristo ao céu
             12h50
18.  A vinda do Espírito Santo sobre os apóstolos, reunidos com Maria Santíssima no  cenáculo, em Jerusalém
             13h10
19.  A assunção de Nossa Senhora ao céu
             13h30
20.  A coroação de Nossa Senhora no céu como rainha de todos os anjos e santos
             13h50

Encontro de Cura e Libertação em Avaré

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Nota da CNBB a respeito da decisão do Supremo Tribunal Federal quanto à união entre pessoas do mesmo sexo


Nós, Bispos do Brasil em Assembleia Geral, nos dias 4 a 13 de maio, reunidos na casa da nossa Mãe, Nossa Senhora Aparecida, dirigimo-nos a todos os fiéis e pessoas de boa vontade para reafirmar o princípio da instituição familiar e esclarecer a respeito da união estável entre pessoas do mesmo sexo. Saudamos todas as famílias do nosso País e as encorajamos a viver fiel e alegremente a sua missão. Tão grande é a importância da família, que toda a sociedade tem nela a sua base vital. Por isso é possível fazer do mundo uma grande família.

A diferença sexual é originária e não mero produto de uma opção cultural. O matrimônio natural entre o homem e a mulher bem como a família monogâmica constituem um princípio fundamental do Direito Natural. As Sagradas Escrituras, por sua vez, revelam que Deus criou o homem e a mulher à sua imagem e semelhança e os destinou a ser uma só carne (cf. Gn 1,27; 2,24). Assim, a família é o âmbito adequado para a plena realização humana, o desenvolvimento das diversas gerações e constitui o maior bem das pessoas.

As pessoas que sentem atração sexual exclusiva ou predominante pelo mesmo sexo são merecedoras de respeito e consideração. Repudiamos todo tipo de discriminação e violência que fere sua dignidade de pessoa humana (cf. Catecismo da Igreja Católica, nn. 2357-2358).

As uniões estáveis entre pessoas do mesmo sexo recebem agora em nosso País reconhecimento do Estado. Tais uniões não podem ser equiparadas à família, que se fundamenta no consentimento matrimonial, na complementaridade e na reciprocidade entre um homem e uma mulher, abertos à procriação e educação dos filhos. Equiparar as uniões entre pessoas do mesmo sexo à família descaracteriza a sua identidade e ameaça a estabilidade da mesma. É um fato real que a família é um recurso humano e social incomparável, além de ser também uma grande benfeitora da humanidade. Ela favorece a integração de todas as gerações, dá amparo aos doentes e idosos, socorre os desempregados e pessoas portadoras de deficiência. Portanto têm o direito de ser valorizada e protegida pelo Estado.

É atribuição do Congresso Nacional propor e votar leis, cabendo ao governo garanti-las. Preocupa-nos ver os poderes constituídos ultrapassarem os limites de sua competência, como aconteceu com a recente decisão do Supremo Tribunal Federal. Não é a primeira vez que no Brasil acontecem conflitos dessa natureza que comprometem a ética na política.

A instituição familiar corresponde ao desígnio de Deus e é tão fundamental para a pessoa que o Senhor elevou o Matrimônio à dignidade de Sacramento. Assim, motivados pelo Documento de Aparecida, propomo-nos a renovar o nosso empenho por uma Pastoral Familiar intensa e vigorosa.

Jesus Cristo Ressuscitado, fonte de Vida e Senhor da história, que nasceu, cresceu e viveu na Sagrada Família de Nazaré, pela intercessão da Virgem Maria e de São José, seu esposo, ilumine o povo brasileiro e seus governantes no compromisso pela promoção e defesa da família.
Aparecida (SP), 11 de maio de 2011

Dom Geraldo Lyrio Rocha
Presidente da CNBB
Arcebispo de Mariana – MG

Dom Luiz Soares Vieira
Vice Presidente da CNBB
Arcebispo de Manaus – AM

Dom Dimas Lara Barbosa
Secretário Geral da CNBB
Arcebispo nomeado para Campo Grande - MS

Congresso da Juventude Católica quer reunir 1000 jovens em Botucatu


No feriado prolongado de Corpus Christi, entre sexta-feira e domingo, o setor Juventude da Arquidiocese de Botucatu estará realizando o 1º Congresso da Juventude Católica no Colégio La Salle. A expectativa é que participem desse evento mil jovens vindos de todos os cantos da Arquidiocese.

Assim, entre os dias 24 e 26 de junho uma ampla programação já foi montada e há dezenas de pessoas trabalhando na organização deste Congresso que se pretende que seja um grande impulso para a juventude católica.

Com o tema “Os sonhos e as dores da juventude”, o evento tratará de temas que fazem parte do cotidiano de cada jovem como drogas, desemprego, violência, depressão, vocação, amizade, além de lidar com a dimensão espiritual do jovem de hoje em dia.

Em relação a hospedagem, várias famílias da cidade de Botucatu receberão os jovens participantes do Congresso em suas casas, sendo que aqueles que participarão e moram em Botucatu poderão ficar em suas próprias residências. O valor da inscrição é de R$20,00 mais uma caixa de leite. As fichas para quem quiser se inscrever encontram-se com os coordenadores dos grupos de jovem de cada paróquia da Arquidiocese.

Sem dúvida, será uma grande oportunidade de crescimento para todos aqueles que participarão, momento de encontro com Deus e com todos aqueles que experimentam dos mesmos ideais, dos mesmos sofrimentos e das mesmas alegrias. Com esse Congresso, queremos ver a chama do Espírito sobre a Igreja impulsionando aqueles que são sua esperança e seu vigor, os jovens.

Passeata em São Manuel contra o Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes

Clique na imagem para amplia-la
Atualmente é crescente o número de crianças e adolescentes que são abusadas sexualmente. Uma realidade triste no seio familiar, inclusive. Devemos lutar contra esses abusos, por isso, no dia 18 de maio é dia de Combate à exploração e abuso sexual de crianças e adolescentes.

Em São Manuel a Casa Santa Maria, junto à Promoção Social e a CMDCA estarão realizando às 14h saindo de frente do Jardim Municipal a Passeata Contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Você que é agente de Pastoral do Menor, Carcerária, Pastoral da Crisma, Adolescentes, Catequese Preparatória, Pastoral da Criança e Familiar, não pode estar de fora dessa passeata e envolver o maior numero de pessoas para se sensibilizarem contra essa triste realidade em nossa sociedade.

Venha fazer bonito e aceite o convite de nos movimentar contra esses abusos às nossas crianças e adolescentes.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Mais aniversariantes desse mês de Maio

Esse mês de maio, mês de Maria a Mãe dos Sacerdotes, estamos repletos de aniversariantes.

Aniversário de Nascimento: 

01 de Maio foi o dia do Pe. Luis Balista comemorar o seu nascimento e também do Pe. Marcelino Aldo Zanella, SDS.

No dia 05 tivemos dois aniversariantes o Cônego Alberto e o Pe. Lázaro Augusto Iglesias

No dia 06 aniversariou o Pe. Silvano Palmeira

Estarão comemorando ainda esse mês os padres: Alcides Célio Jame da Silva, CR (dia 16); José Marins (dia 26) e Cônego Joinville Antonio Arruda (dia 28).

Aniversário de Ordenação Sacerdotal

Quem faz aniversário de Ordenação Sacerdotal em nossa Arquidiocese é o Pe. Laudo Corrêa que se encontra em missão em Portugal e será no dia 21.

Parabéns a todos os aniversariantes deste mês e que a Virgem Santissima, Mãe de Jesus, continue intercedendo por seus ministérios os tornando cada vez mais fecundo no serviço do Reino.

Cônego Alberto dia 05 de maio

Pe. Luis Balista dia 01 de maio

Pe. Silvano Palmeira dia 06 de maio        
















Cônego Joinville A. Arruda dia 28 de Maio
Pe. Lázaro A. Iglesias dia 01 de Maio


Pe. Alcides, CR dia 16 de Maio